sexta-feira, 26 de maio de 2017

Exposição em Brasília com Carla Schwab e Eloir Jr.


Os artistas Carla Schwab e Eloir Jr., representam com sua arte, a Ucrânia e o Paraná em Brasília

O elegante Espaço do Hípica Hall em Brasília-DF recebe na quarta-feira, 31/05 às 19h, a 24ª. Edição do Sarau Chatô, evento cultural que celebra a Ucrânia e o Paraná, promovido pela Fundação Assis Chateaubriand e com patrocínio da Petrobras.

Entre os convidados pela Embaixada da Ucrânia no Brasil e Governo do Estado do Paraná, estarão presentes, e com seus trabalhos, os artistas visuais curitibanos, Carla Schwab e Eloir Jr.

O casal de artistas leva a Galeria de Arte do Sarau, trabalhos coloridos e cheios de simbologia dos laços entre Paraná e Ucrânia. Eloir Jr. resgata em suas pinturas as memórias trazidas pelos diversos povos ao Paraná em harmonia com araucárias, pinhões e gralha azul. “Procuro demonstrar a convivência harmoniosa das etnias que fazem de nossa terra, uma terra de todas as gentes”, diz.
Carla Schwab explora através de mandalas rendadas o universo vintage feminino com uma arte contemporânea sustentável. “Eu me inspiro nas lembranças e vivências, nas rendas executadas por minha mãe e avó”, relata a artista.

Serviço:
24º Sarau Chatô celebra a cultura da Ucrânia e do Paraná
Local: Hípica Hall - Setor Hípico Sul, Área Especial, lote 8 (ao lado da Sociedade Hípica de Brasília – próximo ao Zoológico de Brasília)
Data: 31/05/2017
Horário: 19h
Entrada: Gratuita
Classificação indicativa: Livre
Informações: +55 61 3214-1379

 www.facbrasil.org.br 

Revista Paulista, coluna que assino, Arte&Cultura Paranaense


Há um ano, recebi o convite do Diretor da Revista Paulista, o Jornalista Maurício Coutinho, para assinar uma coluna que retratasse a movimentação cultural da Terra das Araucárias. De lá para cá, divulgo na ARTE&CULTURA PARANAENSE, a expressão artística e cultural de nossa terra.
Hoje só tenho de agradecer por esta oportunidade de comunicação e repercussão.
Apreciem esta ponte cultural da Terra da Garoa com a de Guairacá lendo minha coluna na Revista Paulista.

http://revistapaulista.com.br/2017/05/26/eloir-jr-arte-cultura-paranaense-25-05-17/



O Solar do Rosário por seus artistas - 25 anos

Imagens: Divulgação
Artistas: Di Magalhães, Raquel Frota, Kézia Talisin, Ana Müller, Carla Schawb
e Eloir Jr.

O Casarão centenário, no coração cultural e histórico da capital Paranaense, comemora bodas de prata com a exposição “O Solar do Rosário por seus Artistas”.

A mostra comemorativa será apresentada em dois momentos, uma parte dessa inédita coleção, com mais de 80 trabalhos, será mostrada primeiramente na data de 21 de maio às 11hs, domingo, no Solar do Rosário e a coleção completa será inaugurada no dia 1º de junho, às 17h30, no Memorial de Curitiba, na presença de autoridades, amigos, alunos e professores do Solar do Rosário.
Nessa ocasião serão homenageados todos os artistas que enriqueceram a coleção com seu traço!


“Ao completar 25 anos em maio de 2017 apresentamos a coleção inédita de 80 trabalhos de pintura, desenho e gravura que têm como motivo a Casa Histórica. Venha comemorar conosco!”Convidam Regina Casillo e Lucia Casillo Malucelli, Diretoras do Solar do Rosário.

Inaugurado em 1992, o Solar do Rosário espaço particular de arte e cultura em Curitiba tem por objetivo regimental a promoção da cidadania através da difusão da arte e da cultura no Estado do Paraná. Fundado pela advogada Regina de Barros Correia Casillo, hoje é dirigido por sua fundadora e por Lucia Casillo Malucelli, jornalista e produtora cultural. Localizado no centro histórico de Curitiba, o espaço abriga Café e livraria, galeria de arte, restaurante, casa de chá e jardim de esculturas. Conta com extensa grade de cursos, oficinas e ateliês, além de ser palco de palestras, lançamentos de livros e eventos culturais. Trabalha ainda com desenvolvimento e produção de projetos culturais através das leis de incentivo.


Obra: Família Solar de Eloir Jr.

Obra da Série Passeio Cultural de Carla Schwab

Interior da Galeria de Arte.

Serviço:
1º. Momento
Exposição Comemorativa- “O Solar do Rosário por seus Artistas”
Data: 21/05/2017 às 11h
Visitação: de 21 a 28/05/2017
De segunda a sexta-feira das 10h às 19h30
Sábado das 10h às 13h / domingo das 10h30 às 14h
Local: Galeria de Arte Solar do Rosário
Rua Duque de Caxias, 04 – Centro Histórico-Largo da Ordem
Curitiba-PR
Entrada Franca

2º. Momento
Exposição: “O Solar do Rosário por seus Artistas” no Memorial de Curitiba
Local: Memorial de Curitiba
Data: 1/06 às 17h30 Visitação: de 01/06 a 30/07/2017
De terça a sexta-feira das 9h às 12h e das 13h às 18h
Sábados e domingos: das 9h às 15h
Rua: Dr. Claudino dos Santos, 79 – Centro Histórico-Largo da Ordem
Curitiba-PR
Entrada Franca

Mais informações:
41 3225-6232


sexta-feira, 12 de maio de 2017

Dia do Artista Plástico no Espaço Cultural da COPEL

Obra: Monalisa Babuszka Ucraniana
Acrílica s/tela - 80x60 cm


“Ars, Gratia Artis”, do latim, “Arte, pela Arte”, batiza a exposição no Espaço Cultural da COPEL e comemora o Dia do Artista Plástico no Brasil. 

Oito de Maio é a data que celebra uma das manifestações artísticas mais antigas da humanidade: a pintura. No mundo contemporâneo os artistas plásticos não são somente reconhecidos por suas pinturas, ela transcende e se ocupa além das telas e estão presentes em tridimensionais, vídeo artes, fotografias e demais suportes e ocupações artísticas onde o limite é a criatividade.
ARS, GRATIA ARTIS – Exposição Comemorativa ao Dia do Artista Plástico
Local: Espaço Cultural da COPEL
Visitação: de 08/05 a 30/06/2017
De segunda a sexta-feira em horário comercial
Endereço: Rua José Izidoro Biazetto, 158-bl. A Mossunguê
Curitiba-PR
Telefone: 41 3331-3000
Entrada Franca 

Origem do Dia do Artista Plástico
O Dia do Artista Plástico surgiu para homenagear o pintor brasileiro José Ferraz de Almeida Junior, considerado um ícone entre os nomes mais importantes das artes plásticas no século XIX, no Brasil, considerado o precursor do regionalismo brasileiro.
José Ferraz de Almeida nasceu no dia 8 de maio de 1850, na cidade de Itu, interior de São Paulo e foi assassinado em 13 de novembro de 1899. Apenas em 1950 que o dia 8 de maio passou a ser oficialmente declarado o Dia do Artista Plástico Brasileiro.



O Surreal Polonês aos Olhos da Arte na Casa da Cultura Polônia Brasil

Eloir Jr. e sua obra: "Babuszki vestem Jadwiga Grabowska"
Acrílica s/tela - 50x40 cm. 

O Cônsul Geral da República da Polônia em Curitiba-PR, Sr. Marek Makowski 
e Eloir Jr.  

A exposição de Artes visuais conta com 22 artistas paranaenses convidados a criar trabalhos artísticos na linguagem Surreal com a temática social, cultural, geográfica, religiosa, educacional, artística entre outras que remetam a milenar Polônia, tendo como objetivo a universalização do conhecimento sobre aquele País e a sua cultura. Para tanto, cada um dos artistas escolheu um dos temas de sua preferência no contexto polônico e criou um trabalho exclusivo para a mostra. Os materiais para a realização do projeto foram adquiridos por meio do apoio financeiro do Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, com a participação dos próprios artistas de forma voluntária.
Os quadros fazem parte do acervo da Associação Cultural Polska-Braziliana Karol Wojtyła e Secretaria da Cultura de União da Vitória-PR que tem como objetivo da mostra a valorização e resgate da culturPolonesa deixada por seus antepassados.


Exposição “O Surreal Polonês aos Olhos da Arte”
Visitação: de 31/03 a 306/06/2017
Local: Casa da Cultura Polônia-Brasil
Alto São Francisco
Rua: Ébano Pereira, 502
Curitiba-Paraná.

Entrada Franca

Mais informações:

55 41 3088-0708



segunda-feira, 17 de abril de 2017

Exposição "Pentatóricos" no Espaço de Arte Francis Bacon da Ordem Rosacruz


O Espaço de Arte Francis Bacon da Ordem Rosacruz, inaugura nesta quarta, 19/04 às 19h a exposição de Artes Visuais “Pentatóricos”. Com coordenação de Eloir Jr. e curadoria dos próprios artistas, a mostra apresenta 30 trabalhos, entre pinturas, aquarelas e interferências artísticas em mobiliário e retrata a presença individual e o universo pictórico de cinco artistas visuais de diferentes trajetórias e geração, que sob a ótica particular de suas linguagens artísticas e processos matéricos, fomentam possibilidades no Espaço de Arte.

Somos Todas Frida
Acrílica s/tela - 60x80 cm


Carla Schwab trama suas rendas bidimensionais em mandalas, Eloir Jr. exalta as formas, as possibilidades e a policromia de suas Matriochkas, Oswaldo Fontoura Dias transita pelo design com tridimensionais mobiliários entre as suas pinturas sobre tela, Tânia Leal eleva a figuração do cotidiano feminino, e com impecável sutileza Waltraud Sekula, utiliza a aquarela como meio de expressar a sua visão poética da natureza. A paixão pela arte que produzem amálgama estes artistas, e a ocupação cultural retrata este mosaico multifacetado de temas e cores. Juntos, comungam arte e irão instigar os sentidos dos visitantes através de suas percepções.

*Pentatóricos é a união da palavra “Penta” (cinco) e Pictóricos (que é relativo a imagem e a pintura, que pode ser visualmente representado).





Serviço:
Exposição de Artes Visuais ”Pentatóricos”
Abertura com coquetel: 19/04 das 19h às 22h
Visitação: 20/04 a 09/06/2017
Horário: de segunda a sexta-feira das 13h30 às 17h.
Local: Espaço de Arte Francis Bacon – Ordem Rosacruz (AMORC)
Endereço: Rua Nicarágua, 2620 – Bacacheri
Curitiba-PR
Classificação indicativa: livre
Entrada gratuita

EXPOSIÇÃO "MOJA BABUSZKI" NA CASA DA CULTURA POLONESA PE. KAROL DWORACZEK




A Casa da Cultura Polonesa Pe. Karol Dworaczek, na colônia Murici em São José dos Pinhais-PR, recebe a Exposição individual “Moja Babuszki" do artista plástico e curador Eloir Jr.
O casarão histórico e cultural de vivências eslavas reúne mais de vinte trabalhos e uma instalação aérea que retratam a assinatura artística do artista na forma de babuchkas e matriochkas.



“Moja Babuszki”, que em polonês significa “Minhas Babuchkas” e carinhosamente “minhas vovós”, é uma coletânea lúdica e sacra, com muita influência eslava, onde o artista expressa seu icônico e preferido tema pictórico através das tradicionais bonecas de encaixar, e neste processo surgem referências as grandes atrizes, lendas e demais personalidades que interagem também com santos católicos em cenários paranistas.  
Os bidimensionais de Eloir Jr. exteriorizam a riqueza cultural das milenares Ucrânia e Polônia, e seus personagens incorporam esta figuração geométrica em harmonia com gralhas azuis, pinhões, araucárias e lambrequins, remetendo a gênese da colonização paranaense.   
  
SERVIÇO:
Exposição de Arte: “MOJA BABUSZKI”
Local: Casa da Cultura Polonesa Pe. Karol Dworaczek
Rua João Lipinski, 1001 – Miringuava-Colônia Murici
São José dos Pinhais – PR
Período expositivo: 12/04 a 01/06/2017
Entrada: Gratuita
Classificação: Aberto a todos os públicos
Telefone: 41 – 3635-1545



sexta-feira, 24 de março de 2017

Ilustração do Livro "Diálogos Interculturais: Extensão e Pesquisa em Contextos de Imigração Eslava"


Tive o prazer de ilustrar a capa e contracapa com o meu trabalho "Abaporuskyj" no livro "Diálogos Interculturais: Extensão e Pesquisa em Contextos de Imigração Eslava" de Mariléia Gärtner e Loremi Loregian-Penkal, com abrangência de artigos de diversos autores . A publicação é da Editora paulista "Todas as Musas" e faz parte do Núcleo de Estudos Eslavos/NEES, da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná, UNICENTRO.

"O Núcleo de Estudos Eslavos(NEES) vem desenvolvendo ações extensionistas que possibilitem a promoção da visibilidade da cultura eslava, fazendo levantamento dos aspectos culturais de comunidades eslavas de 06 municípios do sul do Paraná (Ivaí, Rio Azul, Rebouças, Mallet, Irati e Prudentópolis), com intuito de valorizar a diversidade cultural, documentar e difundir os saberes e modos de fazer, as formas de se expressar, os rituais, as brincadeiras, o idioma e as crenças dos imigrantes e/ou descendentes de poloneses e ucranianos que imigraram para a região".(texto da orelha da capa).






quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

MATRIOCHKAS DO CARNAVAL DE OUTRORA

 Mansão Hasbaya em São Paulo inaugura a Exposição “InformaSamba em Forma de Arte” com obras do Artista Curitibano Eloir Jr. 
Curitiba é homenageada no Carnaval Paulistano e paralelamente acontece em São Paulo a exposição "InformaSamba em forma de arte" na Mansão Hasbaya com a temática "Folia de Momo". Propiciando uma maior interação entre as artes, e a mais significativa cultura popular brasileira, o Carnaval, a exposição “InformaSamba em Forma de Arte”  entrelaça as técnicas de pintura do artista plástico convidado, o curitibano  Eloir Jr. com as artistas paulistanas Suely Shiba e Ana Bittar , utilizando cada um deles o seu próprio estilo, criaram trabalhos inusitados para o evento cultural apresentando ao público da “terra da Garoa”, o quão belo foram retratados seus desfiles e personagens, seja nas escolas de samba ou blocos carnavalescos. 
A mostra tem produção cultural do Jornalista Mauricio Coutinho e Mara Porto. 
Eloir Jr. criou cinco trabalhos inspirados no carnaval de outrora, onde as tradicionais marchinhas dão enredo a sua assinatura artística, as famosas Matriochkas eslavas.  

Serviço: 
Exposição: “InformaSamba” em Forma de Arte 
Abertura: 20 de fevereiro, às 19 h 
Visitação: 20 a 28/02/2017 em horário comercial 
Local: Mansão Hasbaya 
Endereço: Rua dos Franceses, 518, próximo a Av. Paulista 
São Paulo-SP 
Visitação Gratuita 

Matryoszka Arlequim
Acrílica s/tela - 60x50 cm
Homenagem a Marchinha de Carnaval Máscara Negra

Matryoszka Pierrot
Acrílica s/tela - 60x50 cm
Homenagem a Marchinha de Carnaval Pierrot Apaixonado

Matryoszka Chiquita Bacana da Martinica
Acrílica s/tela - 60x50 cm
Homenagem a Marchinha de Carnaval Chiquita Bacana

Matryoszka Colombina
Acrílica s/tela - 60x50 cm
Homenagem a Marchinha de Carnaval Pierrot Apaixonado

Matryoszka Nêga Maluca
Acrílica s/tela - 60x50 cm
Homenagem a Marchinha de Carnaval Nêga Maluca


sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Arte do artista plástico Eloir Jr. enobrece calendário da Paraná Turismo

Imagem: Divulgação

Na tarde da segunda, 19 de dezembro, o Presidente da Paraná Turismo, Professor Jacó Gimennes, recebeu, com todas as honras da Casa do Turismo, o artista plástico curitibano Eloir Jr, que contribuiu com a sua arte encantadora para a criação do calendário de 2017 da Paraná Turismo. 

Professor Jacó Gimennes, Presidente da Paraná Turismo e Eloir Jr.
Foto: PRTUR


Com o título “Lendas – Cultura Turística – Eloir coloriu de arte, cores e bom gosto o calendário 2017, no “Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento (ONU – Organização das Nações Unidas). Ele explicou que “é um resgate da cultura popular, dos costumes e do imaginário do índio e do caboclo paranaense que transportado a tela, resulta em um trabalho alegre e colorido, inspirado no paranismo que lhe é inato”. 

Imagem: Divulgação
Lendas: Cultura Turística


Acompanha de Carla Schwab, Eloir Jr recebeu os calendários da Paraná Turismo, confeccionados em parceria com o SEBRAE. “Um trabalho que muitos nos honra e que engrandece o Turismo do Paraná”, disse Jacó Gimennes. 

A artista Carla Schwab, Professor Jacó Gimennes e Eloir Jr. Foto: Paraná Turismo 


A iniciativa do trabalho foi do departamento de Estudos e Pesquisas da PRTUR; Supervisão Técnica de Marilda Gadotti; Criação e Arte, Julia Yukari; Supervisão Gráfica de Maria Regina Monticelli/ Departamento de Publicidade e Propaganda da Paraná Turismo.

domingo, 20 de novembro de 2016

La Catrina e El Catrin

MATRYOSZKA LA CATRINA
Acrílica s/tela – 60x50 cm
2016
La Catrina, é uma representação do esqueleto de uma dama da alta sociedade mexicana. Uma figura muito popular, colorida e cheia de humor, muito presente na Festa do Dia dos Mortos.



MATRYOSZKA EL CATRÍN
Acrílica s/tela – 60x50 cm
2016
El Catrín e o personagem masculino da festa mexicana do dia dos mortos, muito elegante e cheio de classe, ele é o acompanhante de La Catrina.     

sábado, 5 de novembro de 2016

Palhaço CHIC-CHIC

MATRYOSZKA PALHAÇO CHIC-CHIC
"Pula Violeta, pula!"
Acrílica s/tela – 50x50 cm
2016
O magnífico palhaço Chic-Chic, vivido por Otelo Queirolo, foi um ícone do mundo circense, um palhaço irreverente e muito irônico que carregava sempre consigo nas apresentações uma cachorrinha de pano chamada Violeta, e sempre indagava: - Pula Violeta!, Pula! Fazendo a alegria de muitos adultos e crianças. Com a sua morte em 1967, foi substituto por “Chic-Chic Júnior”, interpretado por seu sobrinho, Lafayette Queirolo, que nos deixou em 1996, o qual tive o privilégio de conhecer pessoalmente e assistir as suas apresentações. Destas memoráveis décadas, ficaram as lembranças lúdicas, momentos felizes, milhares de sorrisos e gargalhadas que o palhaço Chic-Chic arrematou do público curitibano.


MATRYOSZKA PALHAÇA CHICA-CHIC
Acrílica s/tela - 50x50 cm
2016
A matryoszka Palhaça Chica-Chic e sua gatinha Esmeraldita passeando pelo calçadão da Rua XV, nasceu através da inspiração no famoso Palhaço Chic-Chic. 


sábado, 22 de outubro de 2016

The New York - Big Apple II - Mail Art Show

República de Curitiba I e II
Arte Postal 15x10 cm, cada painel

Conhecida como a Capital do Mundo, New York será também em novembro a capital da Arte Postal. 
Esta importante cidade da costa leste norte americana recebe a segunda edição da mostra cultural internacional de Arte em pequeno formato, o The New York - Big Apple II - Mail Art Show, um prestigiado evento promovido pela The New York Boyer Foundation que conta com a presença de artistas do mundo todo, e nesta edição participo com os trabalhos "República de Curitiba I e II". 
A exposição acontece na Hudson Park New York Public Library - Biblioteca Pública de Nova Iorque e após a mostra, todos os trabalhos farão parte do acervo da Fundação Boyer.

Mais informações: 


Korovai (коровай) – pão tradicional do casamento ucraniano


Korovai (коровай) – pão tradicional do casamento ucraniano.
Acrílica s/tela - 50x40 cm
2016

O korovai é um dos elementos fundamentais do casamento tradicional ucraniano. O mesmo consiste num grande pão doce, arredondado, que recebe na parte superior adornos feitos com a própria massa, em forma de lua e estrela que são representações do casal. Também podem receber outros adornos como sóis, aves, animais, pinhas, ramos de trigo, flores e frutos.
Suas origens são muito antigas e provém das crenças nas propriedades mágicas dos grãos na era pré-cristã.
No centro é colocada uma pequena árvore (que nas colônias paranaenses é um pinheirinho – araucária), enfeitada com diversas fitas, cuja simbologia está ligada á vida agrícola, sendo a representação da árvore da vida.
A dança do korovai, ao som das “kolomeikas” é um dos principais momentos dos casamentos ucranianos, onde a alegria é contagiante.
O korovai é um símbolo do sol e do amor que deve habitar em suas vidas,é uma homenagem aos noivos e uma bênção para o seu casamento.
Fonte: Pêssanka Blog

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

ESPÍRITO SANTO PARANAENSE

"Espírito Santo Paranaense"
Acrílica s/tela - 60 x 60 cm

Trabalho que compõe a coletiva de arte "Memórias Afetivas" no Museu Paranaense, em comemoração aos 140 anos do Museu Paranaense.

A obra expressa a religiosidade de um povo, e está representada pelo Espírito Santo através da gralha azul, ave símbolo do Estado do Paraná, substituindo a tradicional pomba branca.
 A Gralha segura um pinhão no bico e em seu corpo traz a pintura em nuances azuis de Babuszki, demonstrando a influência da cultura eslava no Paraná. A ave repousa sobre a calçada em petit-pavé pinhão, remetendo a tradicional Rua XV ou Rua das Flores em Curitiba, onde papoulas a emolduram e  se traduzem como símbolo da flora eslava estampada em trajes típicos poloneses e ucranianos.
Os raios divinos estão representados pelos lambrequins em verde, típico adorno dos beirais das casas em madeira dos imigrantes.  A ambientação do último plano contém pinhões das ruas curitibanas e profusão de papoulas. 


“MEMÓRIAS AFETIVAS”
Exposição de Artes Visuais em comemoração aos 140 anos do Museu Paranaense
Local: Museu Paranaense | Auditório Loureiro Fernandes
Abertura: dia 23/09 às 17h
Visitação: De 23/09 a 13/11/2016
Endereço: Rua Kellers, 289 - Alto São Francisco, Curitiba - PR, 80410-100
Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 18h. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 16h.


ARTE POSTAL COMEMORATIVA - 130 ANOS DO CENTRO ESTADUAL DE CAPACITAÇÃO EM ARTES GUIDO VIARO

"Janela do Tempo"
Mista s/papel cartão
15 x 10 cm
Arte Postal comemorativa

A Mostra acontece 24/09 às 20h


História do CECAGV

terça-feira, 13 de setembro de 2016

"BABUSZKIANDO" NO BISA BASÍLIO CAFÉ


“Babuszkiando” é uma coletânea lúdica com influência eslava, onde o artista expressa seu icônico e preferido tema pictórico numa homenagem as grandes mulheres do mundo, sendo pinturas, artistas, atrizes, lendas e demais personalidades femininas elaboradas em cenários paranistas na forma de Matryoszkas e Babuszkas.  
Os bidimensionais de Eloir exteriorizam a riqueza cultural das milenares Ucrânia e Polônia, e suas personagens incorporam esta figuração geométrica em harmonia com gralhas azuis e pinhões, remetendo a gênese da colonização paranaense.   



SERVIÇO:
Exposição "BABUSZKIANDO” de Eloir Jr.
Local: Bisa Basílio Café
Visitação: 01 a 30/09
De segunda-feira a sábado das 10h às 20h
Endereço: Rua Coronel Dulcídio, 1822 - Água Verde
Curitiba-PR
Fone: 41 - 3528-6220
Entrada Franca


terça-feira, 23 de agosto de 2016

"BABUSZKAS VESTEM JADWIGA GRABOWSKA"


“BABUSZKAS VESTEM JADWIGA GRABOWSKA” na Galeria de Arte Erich Herbert Will em União da Vitória - PR

Retratoa em meu trabalho, um desfile de babuszkas vestindo modelos criados por Jadwiga Grabowska, importante e histórica estilista da Moda Polonesa.
Jadwiga Grabowska (1898-1988) nasceu no berço de uma família rica e judia de Varsóvia. Muito culta e poliglota, a estilista foi considerada historicamente como a Coco Chanel da Polônia, primeira dama e Imperatriz da moda polonesa, trabalhou como diretora artística e foi fundadora da loja de trajes e acessórios Moda Polska. Lançou grandes coleções pós guerra, entre as décadas de 1950 a 1970 e ensinou comportamento, etiqueta e sentido do paladar, despertando nas mulheres polonesas a necessidade da elegância. Sua principal vestimenta e característica pessoal era usar saia e casaco em tweed, um belo broche e turbante de seda como adereço de cabeça.

Artista: Eloir Jr.
Técnica: Mista s/tela
Dimensão: 50x40 cm
Ano: 2016


SERVIÇO:
Exposição: “O Surreal Polonês aos Olhos da Arte”
Local: Galeria de Arte Erich Herbert Will
Endereço: Praça Visconde de Nácar, S/N – União da Vitória –PR
Data: 24/08/2016 às 20h
A exposição permanece por duas semanas.
Entrada Gratuita

Convite

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

PAYANKI - Pająki (em polonês)

Fotografia: Grabriela Sekula

PAYANKI em polonês Pająki, significa aranhas, mas no sentido artístico, são os globos confeccionados com flores e fitas em papel colocado no centro de uma sala, onde as fitas estendem-se em ondas pelo teto como se fossem patas de aranhas. 

O primeiro e mais antigo Payanki era confeccionado com recortes de papel (wycinanki) e chamado de mundo (świat). Com a contemporaneidade, foram surgindo outros modelos e o payanki tornou-se um objeto cultural polonês.

O Payanki que criei retrata a fé, através de 365 rosas, uma para cada dia do ano, imagens em forma de Babuszki com o Sagrado Coração de Jesus e de Maria, rosários coloridos intercalados entre fitas florais que sustentam 03 sagrados corações, um ao centro e dois nas pontas com a inscrição Pokój (Paz) e Miłość (Amor).

A obra tridimensional enaltece a cultura e a devoção polonesa trazida pelos imigrantes ao Estado do Paraná. 








Paraná-Berço das Etnias

Paraná-Berço das Etnias
acrílica s/tela-50x70 cm.

"Saudades da Ucrânia"

"Saudades da Ucrânia"
Acrílica s/tela - 90x70 cm.

Trem da etnias

Trem da etnias
Acrílica s/tela 50x70 cm.

"Lembrança Eslava"

"Lembrança Eslava"
Acrílica s/tela - 50x40 cm.

Bordadeira Eslava

Bordadeira Eslava
Acrílica s/tela - 70x50 cm.

Coreto Polonês

Coreto Polonês
Acrílica s/tela 70x50 cm.

"Bapka-Chá das Vovós"

"Bapka-Chá das Vovós"
Acrílica s/tela - 50x40 cm.

A Justiça das Etnias

A Justiça das Etnias
Obra incorporada ao livro dos 75 anos OAB-PR

Anistia Polaca

Anistia Polaca
Obra incorporada ao Livro dos 75 Anos OAB-PR

OLHAR POLACO

OLHAR POLACO
Acrílica s/tela - 50x60 cm. - 2009 Obra do selo postal nacional em homenagem ao cinqüentenário de Brasília.

CARTELA DO SELO POSTAL NACIONAL

CARTELA DO SELO POSTAL NACIONAL
Cinqüentenário de Brasília